Museu da Saúde – Peça do mês de maio de 2021

03-05-2021

O Museu da Saúde destaca como peça do mês de maio a obra de Ricardo Jorge “Hygiene Social Applicada à Nação Portugueza”, publicada em 1885, na sequência das polémicas levantadas com a instalação dos cemitérios no Porto um ano antes. A obra reúne quatro conferências promovidas por Ricardo Jorge, nas quais demonstrou que os cemitérios não colocavam em risco a saúde pública e defendeu a necessidade da intervenção do Estado na criação de um sistema de saneamento e de combate à insalubridade urbana.

Dedicadas aos temas “Higiene em Portugal”, “A Evolução das Sepulturas”, “Inumação e Cemitérios” e “Cremação”, estas conferências foram promovidas, em 1984, por Ricardo Jorge, tendo sido compiladas, no ano seguinte, na obra “Hygiene Social Applicada à Nação Portugueza”.  Esta obra pode ser visitada na exposição “800 Anos de Saúde em Portugal”, que esboça um panorama cronológico e compreensivo da história da saúde em Portugal, desde a fundação da nacionalidade até à atualidade.

A “Peça do Mês” é uma iniciativa do Museu da Saúde que destaca, mensalmente, uma peça do seu acervo, tendo por objetivo evidenciar temas e tipologias de objetos com elevado valor histórico e científico. A par do acesso virtual, o Museu promove exposições temáticas nas instalações do seu futuro espaço-sede, no Hospital de Santo António dos Capuchos, nos espaços do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) e em instituições parceiras.

Gerido e promovido pelo INSA, o Museu da Saúde mostra-se, desde abril 2017, no antigo Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Santo António dos Capuchos, em Lisboa, com a exposição “800 Anos de Saúde em Portugal“. A mostra é constituída por cerca de 400 peças, provenientes das coleções do Museu da Saúde e de acervos de instituições parceiras, podendo ser visitada mediante marcação através do email museudasaude@insa.min-saude.pt ou do telefone (+351) 217 526 479.

imagem do post do Museu da Saúde – Peça do mês de maio de 2021