Instituto Ricardo Jorge participa em estudo europeu de efetividade das vacinas contra a COVID-19

04-08-2021

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) encontra-se a participar num estudo multicêntrico europeu sobre a efetividade das vacinas contra a COVID-19. Os primeiros resultados deste trabalho, realizado pela rede I-MOVE-COVID-19, sugerem que as vacinas contra o SARS-CoV-2 apresentam uma efetividade moderada após a toma da primeira dose (62%) e uma efetividade elevada com o esquema de vacinação completo (89%).

De acordo com o estudo publicado recentemente na revista científica Eurosurveillance, que incluiu 4.964 participantes com 65 ou mais anos de idade, recrutados entre dezembro de 2020 e maio de 2021, a vacinação fornece proteção substancial contra a apresentação de COVID-19 a nível dos cuidados de saúde primários, particularmente após a vacinação completa.

Os próximos passos deste estudo incluem uma análise mais aprofundada da durabilidade do efeito protetor da vacinação ao longo do tempo e estimativas da efetividade nos grupos populacionais mais jovens. Adicionalmente, a integração de dados de sequenciação genética permitirá a obtenção das estimativas da efetividade das vacinas por variante.

Em Portugal, desde outubro de 2020, 13 unidades de saúde e 12 laboratórios integram esta rede no âmbito dos cuidados de saúde primários que, à data da redação da análise de dados para o artigo, tinham selecionado 579 doentes, que contribuíram para a análise conjunta deste estudo multicêntrico. Este trabalho é coordenado pelo Departamento de Epidemiologia do INSA e conta com a colaboração do Laboratório Nacional de Referência da Gripe e outros Vírus Respiratórios, do Departamento de Doenças Infeciosas da mesma entidade.

A rede I-MOVE-COVID-19, financiada pelo programa Horizonte 2020, reúne informações epidemiológicas e clínicas sobre doentes com COVID-19, incluindo a caracterização virológica da SARS-CoV-2 em 11 países europeus. Uma componente do I-MOVE-COVID-19 é o estudo multicêntrico da efetividade da vacina que tem como objetivo avaliar o nível de proteção da vacina contra a COVID-19 em relação a casos da infeção sintomática por SARS-CoV-2 atendidos ao nível dos cuidados de saúde primários em oito países europeus.

O artigo “Vaccine effectiveness against symptomatic SARS-CoV-2 infection in adults aged 65 years and older in primary care: I-MOVE-COVID-19 project, Europe, December 2020 to May 2021” encontra-se disponível aqui.

imagem do post do Instituto Ricardo Jorge participa em estudo europeu de efetividade das vacinas contra a COVID-19