Infográfico INSA: Acidentes Domésticos e de Lazer ─ Mecanismos de Lesão

11-08-2020

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), através do seu Departamento de Epidemiologia, no âmbito do sistema de vigilância EVITA, focado nos Acidentes Domésticos e de Lazer (ADL) com recurso ao Serviço de Urgência, e no contexto dos desafios gerados pela pandemia da Covid-19 ao nível da resposta dos serviços de saúde, disponibiliza um infográfico sobre o contexto em que estes acidentes ocorreram os quais implicaram a utilização dos serviços de urgência em 2019. Pretende-se destacar quais os principais mecanismos de lesão, encontrando-se a informação estratificada por sexo, grupo etário e local de ocorrência.

Em 2019, 112.988 portugueses sofreram uma queda em ambiente doméstico e de lazer de que resultou a necessidade de utilização do serviço de urgência, constituindo assim, o mecanismo de lesão mais frequente na ocorrência desta tipologia de acidente. As mulheres (74%) foram mais afetadas por este mecanismo do que os homens (62%).

A distribuição dos diferentes mecanismos de lesão variou com a idade, apesar da elevada proporção de acidentes por queda em todos os grupos etários, sempre superior a 49%, destacam-se os grupos etário extremos dos 65 e mais anos (88%) e dos 0-4 anos (72%).

Não obstante, os acidentes que ocorreram na sequência de “contacto com pessoa/animal/objeto” representaram 19% nas crianças e jovens dos 5-14 anos e 20% no grupo dos 15 aos 24 anos. De referir, a proporção mais elevada de acidentes cujo mecanismo reportado foi “corte, compressão e perfuração” nas vitimas dos 25-44 anos, representando 16% da totalidade dos acidentes registados neste grupo.

O infográfico apresentado tem como fonte de dados o sistema EVITA – Epidemiologia e Vigilância dos Traumatismos e Acidentes, coordenado pelo Departamento de Epidemiologia do INSA, tratando-se de uma informação proveniente das notificações recebidas da rede de hospitais com serviço de urgência do Serviço Nacional de Saúde (SNS), que integraram o sistema EVITA durante o ano de 2019.

Criado em 2000, este instrumento de observação permite obter dados e informação adicional à informação clínica relevante para a monitorização e vigilância dos acidentes que ocorrem em ambiente doméstico, lazer, escolar e desportivo na população portuguesa, que implicaram recurso às urgências de unidades de saúde do SNS. As vítimas são caracterizadas quanto às situações, circunstâncias do local da ocorrência e das lesões sofridas, assim como, quanto aos agentes envolvidos.

Este infográfico está disponível em acesso aberto aqui.

Infográfico Acidentes Domésticos e de Lazer – Mecanismos de Lesão

imagem do post do Infográfico INSA: Acidentes Domésticos e de Lazer ─ Mecanismos de Lesão