Covid-19: curva epidémica e parâmetros de transmissibilidade

Desde o início da pandemia do novo coronavírus SARS-CoV-2, o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), através do seu Departamento de Epidemiologia, em colaboração com a Direção-Geral da Saúde, a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, tem elaborado relatórios com o objetivo de informar os decisores e técnicos do Ministério da Saúde diretamente envolvidos na gestão da epidemia e no planeamento das medidas de mitigação.

Parte desta informação, é disponibilizada, semanalmente, à sexta-feira, num relatório de situação sobre a curva epidémica e os parâmetros de transmissibilidade da infeção por SARS-CoV-2. Este documento apresenta as estimativas da curva epidémica da infeção por SARS-CoV-2 por data de início de sintomas e as estimativas dos parâmetros de transmissibilidade R0 (número básico de reprodução) e R(t) (número de reprodução efetivo em função do tempo).

Além da evolução a nível nacional, são também apresentadas estimativas para as regiões com mais casos reportados. São ainda disponibilizados dados nacionais e regionais sobre o R(t) desde o dia 21-02-2020 (28-02-2020 Açores; 04-03-2020 Algarve; 16-03-2020 Alentejo; 21-03-2020 Madeira) até 08-05-2022.

Relatórios

11-05-2022 04-05-2022 27-04-2022 20-04-2022 13-04-2022 06-04-2022 30-03-2022
23-03-2022 18-03-2022 11-03-2022 04-03-2022 25-02-2022 18-02-2022 11-02-2022
04-02-2022 28-01-2022 21-01-2022 14-01-2022 07-01-2022

Dados R(t)

Nacional Continente  Norte Centro   LVT Alentejo Algarve Açores Madeira