Seminário “Vírus West Nile: Abordagem One Health para garantir a eficácia da vigilância”: 12 de dezembro

06-12-2019

O próximo Seminário Ricardo Jorge, intitulado “Vírus West Nile: Abordagem One Health para garantir a eficácia da vigilância”, realiza-se no próximo dia 12 de dezembro (14:30), em Lisboa, no auditório do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge. O Seminário contará com a participação de Miguel Fevereiro (Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária) e José Poças (Centro Hospitalar de Setúbal) e será moderado por Maria João Alves e Sofia Núncio, investigadoras do Centro de Estudos de Vetores e Doenças Infeciosas do INSA.

Com entrada livre mediante inscrição prévia, a iniciativa pretende contribuir para a implementação do conceito One Health em Portugal. A abordagem One Health incentiva a colaboração de muitos especialistas e promove a comunicação interdisciplinar, nomeadamente entre laboratórios, médicos, veterinários e pode garantir a eficácia da vigilância e a prevenção de muitos casos.

O sinergismo entre os vários intervenientes permite o avanço dos cuidados de saúde para o século XXI, acelerando as descobertas de investigações biomédicas, melhorando a eficácia da saúde pública, expandindo rapidamente a base de conhecimento científico e melhorando a educação médica e os cuidados clínicos. Quando implementado adequadamente, esta estratégia ajuda a proteger e salvar milhões de vidas nas gerações presentes e futuras.

A febre de West Nile é uma doença zoonótica viral considerada atualmente um desafio à saúde pública devido à sua reemergência na Europa. O vírus West Nile mantém-se na natureza em ciclos enzoóticos que envolvem mosquitos, como vetores, e algumas espécies de aves como reservatório. Os humanos e equinos são hospedeiros acidentais sendo a transmissão feita sobretudo pela picada do mosquito, sendo, no entanto, já documentada a transmissão por transfusão de sangue e transplante de órgãos.

imagem do post do Seminário “Vírus West Nile: Abordagem One Health para garantir a eficácia da vigilância”: 12 de dezembro