Responsável por sistema de monitorização e vigilância de acidentes domésticos e de lazer em entrevista ao canal de televisão S+

07-02-2020

Tatiana Alves, responsável pelo sistema EVITA (Epidemiologia e Vigilância dos Traumatismos e Acidentes), foi uma das convidadas do programa “Saúde em Dia”, emitido no passado mês de janeiro no canal de televisão temático S+. A coordenadora do EVITA explicou os principais objetivos do sistema e destacou a importância da existência de dados científicos robustos para a prevenção dos acidentes domésticos e de lazer, nomeadamente através de campanhas de sensibilização.

A responsável pelo EVITA sublinhou ainda que este tipo de acidentes são constantes ao longo de todo o ciclo de vida, mas que existem determinados grupos mais vulneráveis, em particular em idades mais jovens e a partir dos 54 anos, sendo que, no primeiro semestre de 2019, quase 20% dos acidentes domésticos e de lazer que obrigaram a recorrer às urgências aconteceram em idosos com mais de 75 anos, a maioria em casa (67%).  Tatiana Alves realçou ainda que as quedas se apresentam, de forma destacada, como o tipo de acidente mais comum.

Criado em 2000 e coordenado pelo Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, o EVITA é um sistema de recolha e análise de dados sobre Acidentes Domésticos e de Lazer (ADL) que implicaram recurso às urgências de unidades de saúde do Serviço Nacional de Saúde. Desenvolvido em estreita colaboração com a Administração Central do Sistema de Saúde e com os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EVITA dá continuidade ao sistema ADELIA (Acidentes Domésticos e de Lazer – Informação Adequada).

Como principais objetivos de curto prazo do sistema EVITA, destaca-se a determinação de frequências e tendências dos ADL em geral e das suas diversas formas, bem como as características das vítimas, das situações e dos agentes envolvidos. A longo prazo, estes objetivos passam pela identificação de situações de risco, bem como de produtos perigosos ou que propiciem a ocorrência de ADL. O sistema permite assim uma base de conhecimento para apoio da definição de políticas de prevenção baseadas na evidência.

Os acidentes constituem uma área de particular relevo à Saúde Pública, dado tratar-se de um problema com reflexo no estado de saúde da população, implicação na utilização dos cuidados de saúde, quer em recurso às urgências hospitalares, quer em acompanhamento posterior materializado em consultas de ambulatório e sua tradução nas dimensões da morbilidade, incapacidade, bem-estar e até mortalidade da população.

O canal S+ é um canal de televisão temático com produção e conteúdos dedicados à Saúde e Bem-Estar, disponibilizando programas de produção própria mas também documentários e programas estrangeiros dedicados às mais diversas vertentes da saúde e do bem-estar. O programa “Saúde em Dia” é um magazine diário, em direto, vocacionado para divulgar e informar sobre saúde e bem-estar, com diversas intervenções de repórteres a partir dos três grandes centros urbanos (Lisboa, Porto e Coimbra).

Para assistir à entrevista de Tatiana Alves (a partir do minuto 10’30”), clique aqui.

imagem do post do Responsável por sistema de monitorização e vigilância de acidentes domésticos e de lazer em entrevista ao canal de televisão S+