Museu da Saúde – Peça do mês de agosto de 2020

05-08-2020

O Museu da Saúde, gerido e promovido pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, destaca como peça do mês de agosto uma caixa de sulfato de quinina em comprimidos, distribuída pelos Serviços Anti-Sezonáticos da Direção-Geral da Saúde, criados em 1933 sob a direção de Fausto Landeiro (1896-1948). O sulfato de quinina é um alcaloide de origem vegetal e com pH alcalino proveniente da casca da quina, com propriedades antipiréticas e analgésicas.

Utilizado na profilaxia e tratamento da malária pelos nativos das regiões do atual Perú e Bolívia, foi difundido pelo mundo ocidental no século XVI, na sequência da ocupação espanhola da América Central e da instalação de missões jesuítas nessa área geográfica. A caixa destacada este mês pelo Museu da Saúde é proveniente do antigo Instituto de Malariologia (Águas de Moura), criado em 1938 para eliminação da Malária em Portugal.

A “Peça do Mês” é uma iniciativa do Museu da Saúde que destaca, mensalmente, uma peça do seu acervo, tendo por objetivo evidenciar temas e tipologias de objetos com elevado valor histórico e científico. A par do acesso virtual, o Museu promove exposições temáticas nas instalações do seu futuro espaço-sede, no Hospital de Santo António dos Capuchos, nos espaços do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e nas instituições parceiras.

Desde abril 2017, o Museu da Saúde mostra-se no antigo Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Santo António dos Capuchos, em Lisboa, com a exposição “800 Anos de Saúde em Portugal“, que esboça um panorama cronológico e compreensivo da história da saúde em Portugal, desde a fundação da nacionalidade até à atualidade. A exposição é constituída por cerca de 400 peças, provenientes das coleções do Museu da Saúde e de acervos de instituições parceiras.

Para saber mais sobre a peça do mês de agosto, clique aqui.

imagem do post do Museu da Saúde – Peça do mês de agosto de 2020