JUNHO 2014

15-06-2014

Cartazes – Mosquiteiro – Direção-Geral da Saúde, início da década de 1940

Dimensões: A. 80,50 cm x L. 60,50

O Instituto de Malariologia empreendeu várias estratégias para proteção das populações, entre as quais se destacam o tratamento e a profilaxia medicamentosa, o combate ao mosquito Anopheles e as campanhas de sensibilização para prevenção da doença.

A proteção dos núcleos habitacionais foi outra das medidas adotadas, e que se refletiu na aplicação de redes nas portas e janelas bem como na colocação de portais na entrada das casas, com guarda-vento e porta de rede metálica de um milímetro. A estas medidas juntou-se o tratamento dos domicílios com inseticida, verificando-se que eram raros os Anopheles encontrados no interior dessas casas e, consequentemente, o número de casos de malária diminuía.

O cartaz da esquerda apresenta uma mulher em primeiro plano, com indumentária rural e, em segundo plano, um berço com criança deitada, protegida por uma rede mosquiteira imprópria, pelo que ambos se mostram doentes.

O cartaz da direita, por seu turno, mostra uma mulher, de perfil, com ar saudável e alegre com junto de um berço com criança deitada, protegida por uma rede mosquiteira em boas condições.

imagem do post do JUNHO 2014