Instituto Ricardo Jorge reativa Programa Nacional de Vigilância da Gripe época 2019/20

11-10-2019

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através dos seus departamentos de Doenças Infeciosas e de Epidemiologia, reativou, na segunda semana de outubro, o Programa Nacional de Vigilância da Gripe (PNVG). Este programa tem como objetivos estimar a incidência e intensidade da epidemia de gripe, assim como identificar e caracterizar os vírus da gripe em circulação.

A vigilância da gripe a nível nacional é suportada pelo PNVG, que tem início em outubro e termina em maio do ano seguinte, integrando as componentes clínica e laboratorial da vigilância. À semelhança de anos anteriores, o PNVG integrará várias redes, nomeadamente a Rede Médicos Sentinela, a Rede de Serviços de Urgência, a Rede de Laboratórios para o Diagnóstico da Gripe, a Rede de Unidades de Cuidados Intensivos e a Rede de Serviços de Obstetrícia.

Parte da informação resultante desta vigilância é semanalmente publicada, à quinta-feira, no Boletim da Vigilância Epidemiológica da Gripe. O primeiro boletim da época de vigilância 2019/20, relativo à semana de 30 de setembro a 6 de outubro de 2019, foi publicado dia 10 de outubro, mantendo-se a sua publicação semanal até meados de maio de 2020.

Para marcar o início da nova época de vigilância, o Instituto Ricardo Jorge promoveu, em colaboração com a Direção-Geral da Saúde, dia 11 de outubro, no seu auditório em Lisboa, a 8ª Reunião da Vigilância Epidemiológica da Gripe em Portugal. Neste encontro, foram apresentados os principais resultados da época de gripe 2018/19, incluindo dados de morbilidade e mortalidade associada à gripe, vacinação antigripal e redes de vigilância.

imagem do post do Instituto Ricardo Jorge reativa Programa Nacional de Vigilância da Gripe época 2019/20