Instituto Ricardo Jorge promove ação formativa sobre qualidade do ambiente interior

11-09-2018

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através do seu Departamento de Saúde Ambiental, promove, entre os dias 22 e 24 de outubro, nas suas instalações em Lisboa, um curso sobre qualidade do ambiente interior. A ação formativa visa dotar os participantes de conhecimento sobre a temática da qualidade do ambiente interior e condições geradas em espaços interiores que podem condicionar o dia-a-dia dos ocupantes.

Destinado a técnicos das áreas de segurança e saúde no trabalho, técnicos de climatização e gestão de sistemas AVAC, engenheiros sanitaristas, técnicos de saúde ambiental e médicos de saúde ocupacional e de saúde pública, o programa da formação é composto por três módulos independentes: “Qualidade do ar interior”, “Conforto térmico”, e “Avaliação dos níveis de iluminância”. Os interessados em participar deverão efetuar a sua inscrição, até 12 de outubro, através do seguinte formulário.

No módulo 1 “Qualidade do Ar Interior”, os participantes ficarão a conhecer os principais contaminantes do ar interior em edifícios não industriais e irão adquirir capacidades para reconhecer as fontes de contaminação mais comuns. Este módulo tem também como objetivos promover a familiarização com as metodologias de monitorização e planeamento de avaliações da qualidade do ar interior .

Já no módulo 2, “Conforto Térmico”, os formandos irão adquirir e melhorar conhecimentos sobre o agente físico ambiente térmico na vertente de ambientes térmicos moderados (ISO 7730:2005). Serão ainda estudados casos de conforto térmico em espaços interiores (local de trabalho ou lazer), aplicando as metodologias de medição dos diferentes parâmetros, avaliação e interpretação dos resultados.

Por último, o módulo 3 “Avaliação dos Níveis de Iluminância” tem como objetivos familiarizar os participantes dos princípios essenciais sobre iluminação e ambiente luminoso, assim como promover competências teóricas e práticas no domínio da medição e da avaliação de níveis de iluminância em postos de trabalho no interior de edifícios.

A qualidade do ambiente interior no local de trabalho é determinante para a saúde e bem-estar dos trabalhadores, influenciando a produtividade e a segurança do indivíduo ou do grupo. A identificação dos parâmetros químicos, biológicos e físicos que caracterizam os espaços interiores e a aplicação de metodologias de avaliação adequadas são importantes na tomada de decisão sobre a qualidade e conforto do ambiente interior que daí advém.

imagem do post do Instituto Ricardo Jorge promove ação formativa sobre qualidade do ambiente interior