Instituto Ricardo Jorge participa no 20º Congresso Nacional de Pediatria

22-11-2019

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através do seu Departamento de Epidemiologia, participou no 20.º Congresso Nacional de Pediatria, que decorreu, entre os dias 13 e 15 de novembro, no Estoril. Na ocasião foram apresentados estudos realizados por dois instrumentos que contribuem para a monitorização e a vigilância materno-infantil a nível nacional: o Registo Nacional de Anomalias Congénitas (RENAC) e o Programa de Vigilância Nacional da Paralisia Cerebral (PVNPC).

O RENAC é um registo nosológico de base populacional que funciona em Portugal desde 1997 e integra a rede europeia de vigilância das anomalias congénitas EUROCAT (European Surveillance of Congenital Anomalies). Este registo visa a monitorização e a vigilância epidemiológica das anomalias congénitas em Portugal, assim como a monitorização de agregados no espaço e no tempo e a investigação dos determinantes, consequências e medidas preventivas destas condições.

O PVNPC, que resulta de um consórcio entre a Federação das Associações Portuguesas de Paralisia Cerebral e as Sociedades Científicas, iniciou a sua vigilância em 2006 com a coorte de nascimento de 2001, mantendo ininterruptamente a atividade com cobertura e representatividade nacionais. Integrado no Instituto Ricardo Jorge desde 2019, o PVNPC pretende contribuir para aumento do conhecimento dos fatores de risco pré, perinatal e pós-neonatal da ocorrência de paralisia cerebral, potenciando a sua prevenção e contribuindo para uma melhor planificação das cuidados e apoios necessários.

Organizado pela Sociedade Portuguesa de Pediatria, o 20.º Congresso Nacional de Pediatria reuniu especialistas de várias áreas com o objetivo de discutir diversos temas clínicos e de investigação. O evento contou ainda com uma área de educação médica e treino de decisão clínica com doentes virtuais em ambiente de simulação.

imagem do post do Instituto Ricardo Jorge participa no 20º Congresso Nacional de Pediatria