Instituto Ricardo Jorge participa na Noite Europeia dos Investigadores 2021

15-09-2021

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), através dos seus departamentos de Genética Humana (DGH) e de Alimentação e Nutrição (DAN), volta a participar em 2021 na Noite Europeia dos Investigadores (NEI), um evento público que decorre em simultâneo em toda a Europa e que pretende aproximar os investigadores e o público. Este ano com um formato misto (presencial e online), a iniciativa terá lugar no dia 24 de setembro com foco no tema da “Ciência para o Clima” e das alterações ambientais.

A NEI 2021 irá basear-se nas dimensões social, económica e ambiental para a sustentabilidade, promovendo a relevância da ciência e da investigação enquanto contributos para a neutralidade climática no futuro. O tema da edição deste ano está alinhado com o Pacto Ecológico Europeu, que propõe que o impacto no clima seja neutro até 2050, através da promoção de iniciativas que protegem o meio ambiente e impulsionam a economia verde, reduzindo a poluição.

Nesse sentido, os investigadores do DGH Marisa Silva, Rafaela Lacerda e Pedro Fonseca desenvolveram uma atividade pensada para jovens e adultos denominada “DNA, RNA, proteínas e outras “criaturas” fantásticas: Presente e Futuro em Mudança” (link alternativo para versão em inglês), com o objetivo de proporcionar uma atividade de comunicação em ciência promotora da literacia em Genética Humana, salientando o seu papel num ambiente em mudança. Para o efeito, é explicado de forma simples como o conhecimento dos genes e do seu funcionamento, bem como as alterações que causam doenças genéticas ou aumentam o risco de doença, são importantes para uma gestão de saúde ambientalmente mais sustentável.

Por sua vez, os investigadores Carla Motta, Ricardo Assunção, Alexandra Sanfins e Tiago Moreira do DAN convidam todos os interessados a participar num debate tendo como ponto de partida a pergunta: “Como pode ter uma dieta equilibrada de base vegetal e diminuir o impacto na mudança climática global?”. A discussão pretende abordar a base científica associada à contribuição da adoção de uma alimentação de base vegetal equilibrada para a sustentabilidade ambiental, à importância do consumo de leguminosas e a como obter os nutrientes essenciais numa dieta de base vegetal. O debate terá a presença de investigadores do INSA e de docentes da Egas Moniz – Cooperativa de Ensino Superior.

Lançada em 2005 e financiada pela Comissão Europeia, no âmbito das Ações Marie Curie, a NEI tem como objetivo celebrar a Ciência e aproximar investigadores e cidadãos. O evento que procura quebrar as barreiras que separam a Ciência dos cidadãos e desmistificar a imagem distante que o cidadão tem do cientista, é uma oportunidade para divulgar o trabalho de grande qualidade e inovação desenvolvido pelos investigadores portugueses, bem como para realçar a importância de uma comunicação eficiente entre centros de investigação e a sociedade civil.

imagem do post do Instituto Ricardo Jorge participa na Noite Europeia dos Investigadores 2021