Instituto Ricardo Jorge participa em reunião anual de rede europeia de vigilância de anomalias congénitas

04-07-2019

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através do seu Departamento de Epidemiologia (DEP), participou na reunião anual da rede europeia de vigilância das anomalias congénitas EUROCAT (European Surveillance of Congenital Anomalies), coordenada pelo Joint Reserch Centre da Comissão Europeia. O encontro ficou marcado pela apresentação do relatório de vigilância das anomalias congénitas (2013-2017) e do relatório sobre a epidemiologia da síndrome de Down na Europa (1990-2014).

Entre as principais conclusões deste último relatório, destacam-se o risco aumentado da síndrome de Down relacionado com a idade materna (>35 anos) e o aumento de deteção durante a gravidez através das técnicas de rastreio pré-natal. No relatório pode ainda observar-se que Portugal apresenta indicadores sobreponíveis aos europeus. Em ambos os relatórios, constam os indicadores resultantes da participação do Registo Nacional de Anomalias Congénitas (RENAC), coordenado pelo DEP.

A reunião anual da rede EUROCAT, que decorreu, nos dias 26 e 27 de junho, em Varese (Itália), contou com a participação de cerca de 40 registos de anomalias congénitas provenientes de 21 países europeus, entre os quais o RENAC. A rede EUROCAT tem como principais objetivos promover a informação sobre a epidemiologia das anomalias congénitas na Europa e manter um sistema de vigilância que detete clusters e eventuais exposições teratogénicas, bem como investigar as causas, a prevenção e os tratamentos disponíveis para as crianças afetadas.

Portugal é membro do EUROCAT desde 1990, colaborando ativamente com esta rede europeia de registos desde então. O RENAC é um registo nosológico de base populacional que recebe notificações de casos com anomalias congénitas nascidos em Portugal e tem como objetivos a monitorização e a vigilância epidemiológica das anomalias congénitas, assim como a monitorização de agregados no espaço e no tempo e a investigação dos determinantes, consequências e medidas preventivas destas condições.

imagem do post do Instituto Ricardo Jorge participa em reunião anual de rede europeia de vigilância de anomalias congénitas