Infográficos INSA ─ Obesidade infantil e nos adultos

18-05-2018

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), através dos seus departamentos de Epidemiologia e de Alimentação e Nutrição, disponibiliza, no âmbito Dia Nacional e Europeu da Obesidade, que se assinala a 19 de maio, dois infográficos sobre a obesidade. Estes infográficos têm como fontes de dados o Sistema de Vigilância Nutricional Infantil (COSI Portugal), referente às crianças no 1º Ciclo de Ensino Básico residentes em Portugal em 2016, dos 6 aos 8 anos de idade, e o primeiro Inquérito Nacional de Saúde com Exame Físico (INSEF), relativo à população residente em Portugal em 2015, com idades entre os 25 e os 74 anos.

Na população infantil em 2016, das 6745 crianças observadas, 11,7% eram obesas e 30,7% apresentavam excesso de peso (incluindo obesidade). A obesidade foi mais frequente em crianças com 8 anos de idade e o excesso de peso no sexo feminino. O Norte de Portugal (33,9%), as Regiões Autónomas da Madeira (31,6%) e dos Açores (31,0%) apresentaram as maiores prevalências de excesso de peso infantil, e o Algarve apresentou a mais baixa prevalência (21,1%). Ainda de acordo com o COSI Portugal, nos últimos oito anos (2008-2016), verificou-se uma redução de 3,6% na obesidade (15,3% em 2008; 11,7% em 2016) e 7,2% no excesso de peso (incluindo obesidade) (37,9% em 2016 e 30,7% em 2008).

Na população adulta em 2015, 1.9 milhões de portugueses (28,7%) eram obesos. A obesidade foi mais frequente nas mulheres (32,1%), no grupo etário dos 65-74 anos (41,8%), nos indivíduos sem atividade profissional (40,0%) e nos indivíduos com menos escolaridade (43,1%). Foram considerados obesos os indivíduos com índice de massa corporal ≥30kg/m2.

Coordenado pelo Departamento de Alimentação e Nutrição do Instituto Ricardo Jorge, em articulação com a Direção-Geral da Saúde e com a colaboração, a nível regional, de todas as Administrações Regionais de Saúde e das Direções Regionais de Saúde das RA dos Açores e Madeira, o COSI Portugal teve início em 2008 e está integrado no estudo Childhood Obesity Surveillance Initiative da Organização Mundial da Saúde/Europa. Este sistema tem como objetivo a vigilância e monitorização do estado nutricional infantil a cada 3 anos.

O primeiro INSEF foi desenvolvido em 2015 para recolha de informação epidemiológica sobre o estado, determinantes e cuidados de saúde da população portuguesa, tendo como mais-valia o facto de conjugar informação colhida por entrevista direta ao indivíduo com dados de uma componente objetiva de exame físico e recolha de sangue. Promovido e coordenado pelo Departamento de Epidemiologia do Instituto Ricardo Jorge, este inquérito tem como finalidade contribuir para a melhoria da saúde dos portugueses, apoiando as atividades nacionais e regionais de observação e monitorização do estado de saúde da população, avaliação dos programas de saúde e a investigação em saúde pública.

Estes infográficos estão disponíveis, em acesso aberto, em português e em inglês.  Consulte aqui mais informações sobre o COSI Portugal e o INSEF.

Infográfico – Obesidade infantil

 

Infographic – Childhood Obesity

 

 
Infográfico – Obesidade nos adultos  Infographic – Obesity in adults

 

imagem do post do Infográficos INSA ─ Obesidade infantil e nos adultos