FEVEREIRO 2018

08-02-2018

Pintura. N.º de inventário: MS.00021

Autor: Jaime Augusto Murteira (1910-1986)
Data: 1925
Coleção: Tuberculose

Pintura a óleo sobre tela, de uma ruela com edifícios, à esquerda e à direita da imagem, que recortam um céu azul, em segundo plano. À direita, veem-se três figuras humanas junto a uma escadaria de acesso ao edifício. Nesta obra emprega manchas espatuladas espessas, com as quais constrói as figuras.

Trata-se de uma pintura de Jaime Augusto Murteira, de 1925, pintor que se dedica sobretudo a paisagens rurais e do litoral. Inicia a sua formação oficial da Sociedade Nacional de Belas-Artes, em 1942, tornando-se discípulo de Frederico Aires e de António Saúde. Em 1954, obteve a primeira medalha em pintura daquela Sociedade e, mais tarde, o prémio Silva Porto do Secretariado Nacional de Informação (SNI).

Pintor que integra tardiamente o Naturalismo, destaca-se pelas paisagens outonais e melancólicas do Ribatejo e pelas rústicas ruas de aldeias minhotas. Parte destas obras integram a coleção do Museu José Malhoa, nas Caldas da Rainha.

imagem do post do FEVEREIRO 2018