FEVEREIRO 2015

15-02-2015

Ricardo de Almeida Jorge e Leonor Maria dos Santos – Nº de inventário: MS.FOT.01740

Fotografia de Ricardo de Almeida Jorge (Porto, 9 de Maio de 1858 – Lisboa, 29 de Julho de 1939) e de sua mulher, Leonor Maria dos Santos.

O casal teve quatro filhos – Artur, Ricardo, Leonor e Alice. O filho Artur teve uma carreira de relevo e foi médico e professor de Botânica e Zoologia na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e Ministro da Instrução no breve período de 17 de Junho a 9 de Julho de 1926.

Leonor Maria dos Santos veio a falecer em 1922, acontecimento marcante na vida de Ricardo de Almeida Jorge, o qual lhe dedica as seguintes palavras: «À santa companheira duma vida de trabalho, que até ao último suspiro me vivificou o coração com o seu alento apaixonado e a dulcíssima ternura de seu imenso amor: À alma pura e bendita, centro e razão última da minha existência, de quem vivia e para quem vivia, minha única dor. Àquela santa que era o que de bom e de melhor havia em mim».

Ricardo de Almeida Jorge foi médico, investigador e higienista, professor de Medicina e introdutor em Portugal das modernas técnicas e conceitos de saúde pública. Exerceu diversos cargos na administração da saúde, conseguindo uma importante influência política. Em 1903, foi incumbido de organizar e dirigir o Instituto Central de Higiene, que passaria a ter o seu nome a partir de 1929, e que são os antecedentes do atual Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

imagem do post do FEVEREIRO 2015