Diretor-geral do Instituto Nacional de Saúde de Moçambique visita Centro de Estudos de Vetores e Doenças Infeciosas

05-07-2019

O Diretor-geral do Instituto Nacional de Saúde de Moçambique, Ilesh Jani, visitou, dia 2 de julho, o Centro de Estudos de Vetores e Doenças Infeciosas (CEVDI) do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, em Águas de Moura (Palmela). O CEVDI é um centro de diagnóstico e investigação científica na área das doenças infeciosas transmitidas por vetores e com interesse para a Saúde Pública, atuando também como laboratório de reforço à Unidade de Resposta a Emergências e Biopreparação do Departamento de Doenças Infeciosas.

Ilesh Jani começou a sua visita com uma reunião de trabalho com o Conselho Diretivo e a coordenadora do CEVDI, onde ficou a conhecer um pouco melhor alguma da atividade desenvolvida por esta unidade operativa do DDI e onde foram abordados temas relacionados com o reforço da colaboração entre as duas instituições. De seguida, o diretor-geral do INS de Moçambique visitou alguns dos laboratórios, bem com o insectário do CEVDI.

O Instituto Ricardo Jorge e o INS de Moçambique assinaram, dia 3 de julho, no Palácio Foz, um protocolo de cooperação técnica, no âmbito da IV Cimeira Luso-Moçambicana, que decorreu em Lisboa. O acordo estabelecido visa estreitar as relações de cooperação entre as duas instituições em diversas áreas, nomeadamente ao nível de projetos de investigação, política de saúde, sistemas de saúde e observação epidemiológica.

As ações de cooperação a desenvolver ao abrigo deste acordo preveem, por exemplo, o apoio à elaboração de políticas de promoção, prevenção, proteção e reabilitação em saúde, assim como a criação de programas observação e vigilância epidemiológica de doenças transmissíveis e não transmissíveis e a participação em projetos de investigação e a promoção de boas práticas laboratoriais, incluindo os domínios do controlo da qualidade laboratorial e da biossegurança.

Atualmente, no CEVDI existem quatro linhas de investigação principais, nomeadamente vírus e bactérias transmitidas por vetores, artrópodes vetores e roedores reservatórios. No laboratório de virologia são estudados arbovírus, hantavírus e arenavírus, enquanto no laboratório de bacteriologia são estudadas bactérias dos géneros Anaplasma, Bartonella, Borrelia, Coxiella, Ehrlichia, Francisella e Rickettsia. No que respeita aos artrópodes vetores, o Centro dispõe de um insectário com capacidade para suportar o estabelecimento dos ciclos de vida destes vetores.

imagem do post do Diretor-geral do Instituto Nacional de Saúde de Moçambique visita Centro de Estudos de Vetores e Doenças Infeciosas