Dia Mundial da Paralisia Cerebral 2020

06-10-2020

Assinala-se a 6 de outubro o Dia Mundial da Paralisia Cerebral. Esta data tem como objetivo desmistificar alguns preconceitos relacionados com a paralisia cerebral e sensibilizar para a importância do respeito e da inclusão destas pessoas, em prol da melhoria da sua qualidade de vida e em conformidade com os princípios da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

Portugal foi o primeiro país europeu a implementar, em 2006, um registo de cobertura nacional da paralisia cerebral, através do Programa de Vigilância Nacional da Paralisia Cerebral aos 5 Anos de Idade (PVNPC). Desde a sua criação, o PVNPC já recebeu a notificação de 2000 crianças com paralisia cerebral, recolhendo informação sobre as características do seu quadro clínico, dos fatores pré, peri e pós-neonatais potencialmente associados, bem como relativa às suas competências funcionais e morbilidade associada.

A recolha sistemática de dados de base populacional sobre a paralisia cerebral tem permitido obter um conhecimento consistente sobre as consequências a longo prazo de práticas de saúde efetuadas nos primeiros tempos de vida, quer relativa aos cuidados prestados às grávidas e cuidados perinatais, quer em termos da vigilância do desenvolvimento infantil, quer ainda em termos dos cuidados diferenciados como, por exemplo, em cuidados intensivos pediátricos.

Integrado no Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge desde 2019, o PVNPC visa contribuir para a monitorização e a investigação sobre paralisia cerebral, os seus determinantes e impactos. Considerando a referência histórica de uma incidência anual aproximada de dois novos casos por mil nados-vivos, estima-se o diagnóstico de 150-200 novos casos por ano de paralisia cerebral em Portugal.

imagem do post do Dia Mundial da Paralisia Cerebral 2020