Curso “Técnicas de amostragem de água para análise de fitoplâncton” adiado para 27 de setembro

11-09-2019

O curso “Técnicas de amostragem de água para análise de fitoplâncton”, inicialmente agendado para 23 de setembro, foi adiado para o dia 27 de setembro. Promovido pelo Departamento de Saúde Ambiental do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, o evento visa dotar os participantes de conhecimentos básicos sobre as comunidades fitoplanctónicas residentes nas albufeiras portuguesas e sobre diferentes técnicas de colheita de amostras de água doce para sua análise.

A ação formativa tem como destinatários técnicos de colheitas, responsáveis técnicos de amostragem, técnicos de laboratórios, técnicos de entidades gestoras, de empresas e de laboratórios, docentes e investigadores na área. Os interessados em participar deverão efetuar a sua inscrição, até ao dia 20 de setembro, através do preenchimento do seguinte formulário.

“Análise de fitoplâncton: o que é, como se faz e que importância tem?” e “Colheita de amostras para fitoplâncton: fundamento teórico” são os dois principais temas a abordar na componente teórica do curso, que terá lugar nas instalações do Instituto Ricardo Jorge em Lisboa, enquanto a componente prática, que decorre na Barragem de Rio de Mula, em Sintra, incidirá nas técnicas de colheita de amostras para análise fitoplanctónica. Para mais informações, consultar o programa do curso.

A água doce de origem superficial é um recurso fundamental para o abastecimento da população portuguesa. Contudo, a contaminação ambiental desta água pode introduzir níveis elevados de matéria orgânica, o que favorece o crescimento de microalgas, em particular de cianobactérias, que podem estar associadas à produção de toxinas e resultar em efeitos nefastos para a Saúde Pública. A monitorização destas ocorrências nos recursos hídricos superficiais assegura o controlo da qualidade da água, prevenindo riscos para a saúde e reduzindo os custos associados ao seu tratamento.

imagem do post do Curso “Técnicas de amostragem de água para análise de fitoplâncton” adiado para 27 de setembro