Curso “Resistências aos antibióticos em bactérias de Gram negativo e de Gram positivo”

08-01-2019

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através do seu Departamento de Doenças Infeciosas (DDI), promove, entre os dias 4 e 6 de fevereiro, nas suas instalações em Lisboa, uma nova edição do curso “Resistências aos antibióticos em bactérias de Gram negativo e de Gram positivo”. Os interessados em participar na ação formativa devem efetuar a sua inscrição até 25 de janeiro.

O curso tem como objetivo proporcionar conhecimentos teóricos e práticos sobre a produção de β-lactamases, como principal mecanismo de resistência aos antibióticos em bactérias de Gram negativo, implicadas quer em infeções, quer causadoras de preocupação no Laboratório de Microbiologia. A formação visa também alertar para a para a produção destas enzimas no âmbito do diagnóstico microbiológico, nomeadamente contribuindo para uma melhor precisão dos respetivos resultados.

As limitações das técnicas fenotípicas e moleculares, a resistência em bactérias de Gram negativo por outros mecanismos e a resistência aos antibióticos em bactérias de Gram positivo causada por diferentes mecanismos são também temas a abordar no curso, que conta com uma forte componente prática em laboratório que permitirá consolidar os conhecimentos adquiridos. Os formandos que desejarem validar as suas aprendizagens poderão optar pela realização de uma prova de avaliação.

Dinamizada por investigadores do Laboratório Nacional de Referência da Resistência aos Antibióticos e Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde do DDI, a ação formativa tem como destinatários microbiologistas de laboratórios nacionais, técnicos, investigadores, estudantes e outros profissionais das áreas da Saúde, nomeadamente do controlo da infeção, do ambiente e da veterinária. Para efetuar a sua inscrição, clique aqui.

Para mais informações, consultar o programa do curso ou plataforma de e-Learning do Instituto Ricardo Jorge.

imagem do post do Curso “Resistências aos antibióticos em bactérias de Gram negativo e de Gram positivo”