Curso “Amianto nos edifícios: localização, aplicação, risco e avaliação da exposição”

13-09-2021

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através do seu Departamento de Saúde Ambiental (DSA), promove, dia 17 de setembro, nas suas instalações em Lisboa, uma nova edição do curso “Amianto nos edifícios: localização, aplicação, risco e avaliação da exposição”. A iniciativa visa dotar os participantes de conhecimentos sobre os riscos para a saúde resultantes da exposição ao amianto, bem como as diversas aplicações deste material nos edifícios.

O programa da formação proporcionará ainda conhecimentos sobre a metodologia de monitorização ambiental, a determinação da concentração de fibras no ar e interpretação de resultados com o objetivo de avaliar a exposição. Os interessados em participar no curso, que se destina essencialmente a técnicos da construção civil, a engenheiros sanitaristas, a técnicos de segurança e saúde no trabalho, técnicos de saúde ambiental e inspetores do trabalho, deverão efetuar a sua inscrição através do preenchimento do seguinte formulário.

Devido às suas propriedades, o amianto teve, no passado, numerosas aplicações nomeadamente na indústria da construção, encontrando-se presente em diversos tipos de materiais. O INSA, através da Unidade do Ar e Saúde Ocupacional do DSA, desenvolve há mais de 40 anos estudos relacionados com a exposição a amianto, tendo sido pioneiro, a nível nacional, na resposta a pedidos de avaliação da exposição profissional e ambiental a este agente.

O amianto ou asbestos é a designação comercial utilizada para a variedade fibrosa de seis minerais metamórficos de ocorrência natural. O perigo do amianto decorre sobretudo da inalação das fibras libertadas para o ar, sendo que, regra geral, a presença de amianto em materiais de construção representa um baixo risco para a saúde, desde que o material esteja em bom estado de conservação, não seja friável e não esteja sujeito a agressões diretas.

imagem do post do Curso “Amianto nos edifícios: localização, aplicação, risco e avaliação da exposição”