Coordenadora da Unidade de Observação em Saúde e Vigilância Epidemiológica participa no programa “Saúde em Dia”

10-08-2018

Mariana Neto, coordenadora da Unidade de Observação em Saúde e Vigilância Epidemiológica do Departamento de Epidemiologia, participou no programa “Saúde em Dia”, emitido recentemente no canal de televisão temático S+, dedicado ao Plano de Contingência para Temperaturas Extremas Adversas. A investigadora do Departamento de Epidemiologia explicou como funciona e quais os principais objetivos do Sistema de Monitorização e Vigilância ÍCARO.

O ÍCARO é um instrumento de observação no âmbito do qual se estuda o efeito de fatores climáticos na saúde humana. Este sistema, que começou a começou a ser desenvolvido pelo Instituto Ricardo Jorge em 1999, em parceria com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, é ativado todos os anos, entre maio e setembro, emitindo diariamente um índice de alerta que é disponibilizado às autoridades de saúde.

Este sistema de observação tem permitido antecipar os efeitos de temperaturas extremas na mortalidade da população portuguesa, contribuindo decisivamente para a preparação que as autoridades de saúde promovem junto da população com o objetivo de a proteger e de minimizar os efeitos do calor na população mais vulnerável, em especial os idosos, as pessoas com doenças crónicas e as crianças. As situações de alerta, as medidas de contingência e a respetiva informação à população são disponibilizadas pela DGS e Administrações Regionais de Saúde.

O Índice ÍCARO é uma medida numérica do risco potencial que as temperaturas ambientais elevadas têm para a saúde da população. Esta medida de risco é efetuada para a mortalidade da população geral e com 75 e mais anos de idade, encontrando-se dividido em cinco níveis de alerta: Efeito nulo sobre a mortalidade; Efeito não significativo sobre a mortalidade; Provável efeito sobre a mortalidade; Possível alerta de onda de calor em avaliação; Alerta de onda de calor, esperadas consequências graves em termos de saúde e mortalidade.

O canal S+ é um canal de televisão temático com produção e conteúdos dedicados à Saúde e Bem-Estar, disponibilizando programas de produção própria mas também documentários e programas estrangeiros dedicados às mais diversas vertentes da saúde e do bem-estar. O programa “Saúde em Dia” é um magazine diário, em direto, vocacionado para divulgar e informar sobre saúde e bem-estar, com diversas intervenções de repórteres a partir dos três grandes centros urbanos (Lisboa, Porto e Coimbra).

Mariana Neto, coordenadora da Unidade de Observação em Saúde e Vigilância Epidemiológica – Programa “Saúde em Dia”

Mariana Neto, coordenadora da Unidade de Observação em Saúde e Vigilância Epidemiológica do Departamento de Epidemiologia, participou no programa “Saúde em Dia”, emitido recentemente no canal de televisão temático S+, dedicado ao Plano de Contingência para Temperaturas Extremas Adversas, agora designado “Plano Verão e Saúde”. A investigadora do Departamento de Epidemiologia explicou como funciona e quais os principais objetivos do Sistema de Monitorização e Vigilância ÍCARO.

Geplaatst door Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge op Vrijdag 10 augustus 2018

imagem do post do Coordenadora da Unidade de Observação em Saúde e Vigilância Epidemiológica participa no programa “Saúde em Dia”