Comemorações do Dia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge – 2017

03-11-2017

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge comemorou, dia 3 de novembro, o seu 118º aniversário, com um conjunto de iniciativas que tiveram lugar nas suas instalações em Lisboa. O programa do evento, que contou com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, teve como ponto alto a Conferência-debate “Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge no Sistema Nacional de Saúde”, proferida por Maria de Belém Roseira, ex-Ministra da Saúde.

A Conferência-debate contou com um painel de discussão, constituído por Maria do Carmo Fonseca (Presidente da Direção do Instituto de Medicina Molecular da Universidade de Lisboa), Nuno Canada (Presidente do Conselho Diretivo do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária) e Carlos das Neves Martins (Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte). Este painel de discussão teve como moderador José Maria Albuquerque, vogal do Conselho Diretivo do Instituto Ricardo Jorge.

No discurso de abertura da sessão solene, Fernando de Almeida, presidente do Instituto Ricardo Jorge, começou por referir que a instituição “vive um modelo de multiplicidade e interdependência das suas funções essenciais que se reflete numa complexidade organizacional”. “Perante esta realidade, qualquer alteração significativa da sua natureza e estrutura deverá basear-se no resultado de um exercício cuidadoso, muito pensado, e aferido para a complexidade das suas funções essenciais ao serviço do Ministério da Saúde e dos portugueses”, sublinhou.

“Não restam dúvidas que o INSA enfrenta, indiscutivelmente, mais um novo desafio de renovação e reposicionamento na sociedade portuguesa e de investimento no reforço do seu papel a nível internacional. Um desafio consubstanciado na oportunidade de uma reflexão mais atenta e apropriada sobre a sua organização e utilização, mais efetiva dos seus recursos e capacidades, por parte das estruturas do Ministério da Saúde, sobretudo dos serviços de saúde pública nacionais, regionais e locais”, acrescentou.

Fernando de Almeida agradeceu também o “apoio e cuidado que o Ministério da Saúde tem vindo a dedicar ao processo de reforma em curso, materializado no reforço significativo e nunca antes efetuado no investimento em infraestruturas e equipamentos e na vontade expressa de promoção da avaliação externa do INSA”. “Independentemente destes exercícios de reflexão, interinstitucionais e interministeriais, em nenhuma circunstância o estatuto do INSA deverá ser alterado em termos que modifiquem a sua natureza pública nem que condicionem o seu papel de referência enquanto laboratório do Estado e pilar estruturante do sistema de saúde pública”, concluiu.

O programa das comemorações incluiu ainda a realização de uma homenagem aos colaboradores do Instituto com 30 ou mais anos de serviço, assim como uma homenagem à memória de José Marinho Falcão, diretor do Instituto entre 1999 e 2000 e com uma carreira de mais de 30 anos ligada à Saúde Pública e à Epidemiologia. Foi ainda prestado um reconhecimento a Manuela Caniça, pelo papel desempenhado enquanto presidente do Conselho Científico do INSA entre 2010 e 2017, e a Francisco George, pelo seu longo e profícuo percurso ao serviço da Saúde Pública, nomeadamente enquanto Diretor-geral da Saúde, cargo que ocupou nos últimos 12 anos e cessou no passado dia 20 de outubro.

 

imagem do post do Comemorações do Dia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge – 2017