INÍCIO
Institucional
Instrumentos de Gestão
Instrumentos de Gestão
Bolsas

Avisos de Abertura

  • Aviso de abertura de Bolsa de Investigação (Mestre) – Refª DAN/MISAGE/2017 – Bolsa de Investigação (Mestre), no âmbito do “Mitigation strategies of acrylamide and advanced glycation end-products in bread (MISAGE)”, financiado pela Fundação da Ciência e a Tecnologia (FCT). A fase de candidatura deste concurso decorrerá de 18-09-2017 a 29-09-2017.
  • Aviso de abertura de Bolsa de Investigação – Refª RNEM/DGH/022125 – Bolsa de Investigação, no âmbito do Projeto de Infraestrutura para a Investigação (projeto 022125) “Rede Nacional de Espectrometria de Massa”, financiado pela Fundação da Ciência e a Tecnologia (FCT). A fase de candidatura deste concurso decorrerá de 30-08-2017 a 12-09-2017.
  • Aviso de abertura de Bolsa de Pós-Doutoramento – Refª BioMAN-DAN-01 – Bolsa de Pós-Doutoramento, no âmbito Projeto intitulado “Incentivo de Estudos de Biomonitorização Humana de Âmbito Nacional”, financiado pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, I.P. e com a referência BioMAN/DAN/01. Mais se informa que a fase de candidatura deste concurso decorrerá de 14-08-2017 a 28-08-2017.
  • Aviso de abertura de Bolsa – Refª IS2017_BFGCT – Bolsa de Formação em Gestão da Ciência e Tecnologia, no âmbito Projeto intitulado “Incentivo Seroprevalência”, financiado pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, I.P. A fase de candidatura deste concurso decorrerá de 01-06-2017 a 16-06-2017.
Ofertas de Mobilidade
Procedimentos Concursais

O recrutamento de pessoal na Administração Pública é obrigatoriamente realizado em resultado de procedimento concursal. Todas as ofertas são publicadas obrigatoriamente na 2ª série do Diário da República e na Bolsa de Emprego Público (BEP).

PROCEDIMENTOS CONCURSAIS PARA RECRUTAMENTO DE PESSOAL

Plano Estratégico

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) é um Instituto Público de interesse estratégico nacional, contribuindo através da sua tripla missão, enquanto laboratório do estado no setor da saúde, laboratório nacional de referência e observatório nacional de saúde, para a obtenção de ganhos em saúde pública.

Como entidade independente, o INSA concorre para a concretização das funções do Estado no quadro da prevenção da doença e proteção da saúde, produzindo e disponibilizando dados, informação e conhecimento resultantes da prossecução da sua missão e atribuições.

A sua intensa articulação com a estrutura dos serviços de saúde nacionais e com os organismos internacionais na área da saúde, quer no âmbito da União Europeia quer na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) ou, ainda, no âmbito da Organização das Nações Unidas (ONU), através da Organização Mundial de Saúde (OMS), leva a que ocupe um lugar único no setor da saúde nacional e que seja um ator, justamente, reconhecido no âmbito da saúde global.

O rumo preconizado no Plano Estratégico 2017-2019 assenta, deste modo, no axioma de que o INSA é uma entidade de referência no âmbito da saúde, que dá resposta às necessidades de todos os cidadãos nacionais e que contribui de forma prestigiosa para ganhos em saúde a nível global.

O documento alicerça-se nas orientações do Ministério da Saúde e numa análise dos desenvolvimentos do ambiente externo, bem como, do contexto específico em que os Departamentos do INSA desenvolvem a sua atividade e tem como instrumentos enquadradores: O Programa do Governo, o Plano Nacional de Saúde Revisão e Extensão 2020, os Programas de Saúde Prioritários e outros Programas Nacionais e a Missão do Instituto definida na sua Lei Orgânica.

O Plano Estratégico 2017-2019 pretende, assim, constituir-se como um referencial que oriente as atividades a desenvolver pelo Instituto durante esse triénio, tendo por base uma cultura de compromisso, exigência e transparência, investindo numa gestão racional e criteriosa dos recursos e apostando no desenvolvimento do seu capital humano.

Plano Estratégico 2017-2019

 

QUAR

No âmbito do novo sistema de gestão e avaliação do desempenho na Administração Pública, instituído pela Lei n.º 66-B/2007, de 28 de Dezembro, o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge torna público o seu Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR).

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

  • QUAR do INSA 2008 – (PDF-42Kb)
  • Parecer de análise crítica do Alto Comissariado da Saúde (PDF-190Kb)

 

Listas Nominativas

 

Lista nominativa da transiçao do pessoal das carreiras gerais, elaboradas de harmonia com o Decreto-Lei nº 121/2008, de 31 de julho, e com o artigo 109º da Lei nº 12-a/2008, de 27 de fevereiro. Efeitos reportados à data de 1 de Janeiro de 2009.

Lista Nominativa de 2009 – Carreiras Gerais


Lista nominativa da transição do pessoal dirigente e das carreiras especiais, elaborada de harmonia com o Decreto-Lei nº 121/2008, de 31 de julho, e com o artigo 109° da Lei nº 12-A/2008, de 27 de Fevereiro. Efeitos reportados à data de 1 de Janeiro de 2009.

Lista Nominativa de 2009 – Carreiras Especiais

 

Comissão Paritária

Eleição da Comissão Paritária, como órgão consultivo do Instituto Ricardo Jorge, nos termos do disposto na alínea f) do artigo 4.º e do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 27/2012, de 8 de fevereiro – Lei Orgânica do Instituto Ricardo Jorge.

A comissão paritária pronuncia-se, a título consultivo, sobre o plano e o relatório anual de atividades do Instituto Ricardo Jorge, bem como sobre questões de natureza laboral, designadamente de organização do trabalho, formação profissional, higiene e segurança no trabalho e ação social.

Constituição da Comissão Paritária do Instituto Ricardo Jorge (2016-2018)

Código de Ética

O presente Código de Conduta (a seguir designado por Código) estabelece linhas de orientação em matéria de ética profissional para todos os trabalhadores em exercício de funções ou atividades profissionais no Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, doravante designado de Instituto Ricardo Jorge, independentemente do regime de contratação, constituindo igualmente uma referência para o público no que respeita ao padrão de conduta exigível ao Instituto Ricardo Jorge, no seu relacionamento com terceiros.

O Código contém os princípios gerais e normas éticas a que se considera ser devida obediência e clarifica os padrões de referência a utilizar para a apreciação do grau de cumprimento de obrigações assumidas por parte de trabalhadores, sem prejuízo de outras normas de conduta que legalmente lhe sejam aplicáveis.

Código de Ética / Conduta do Instituto Ricardo Jorge