INÍCIO
Áreas de Atuação
Saúde Ambiental
Saúde Ambiental

Estudo e investigação da Saúde Humana e fatores de risco de natureza ambiental e ocupacional que a afetam, numa perspetiva preventiva relativamente à exposição a esses mesmos fatores de risco, em estreita articulação com todos os Serviços de Saúde e aqueles que, direta ou indiretamente, se relacionam com ela e ou a influenciam.

Identificação de novas oportunidades de investigação, no âmbito da Saúde Ambiental e Ocupacional, de acordo com as prioridades nacionais e internacionais. Desenvolvimento de estudos para obtenção de evidência que suportem a decisão técnica e política na área da Saúde Ambiental e Ocupacional.

Publicações

Ar e saúde ocupacional

Análise das condições de trabalho, avaliando a exposição dos trabalhadores a agentes químicos, físicos e biológicos, identificando condições de risco e propondo medidas de controlo e prevenção.

Estudo e avaliação da qualidade do ar em espaços interiores e exteriores de modo a identificar fontes de contaminação que possam pôr em risco a saúde pública.

Avaliação da exposição ambiental e ocupacional a agentes químicos e físicos, através da monitorização biológica com recurso a indicadores de dose, de efeito e de susceptibilidade.

Água e solo

Desenvolvimento de estudos de avaliação da qualidade da água e do solo, para investigação de situações de risco para a saúde humana decorrentes da exposição a fatores de risco de origem hídrica e telúrica.

Desenvolvimento de planos de vigilância e controlo da qualidade físico-química de águas nas suas diversas utilizações: água para consumo humano, águas naturais superficiais ou subterrâneas, águas de piscina ou tanques terapêuticos, águas balneares, águas utilizadas na preparação de soluções de hemodiálise, águas residuais, entre outras.

Vigilância e controlo da qualidade microbiológica das águas acima referidas bem como no estudo da qualidade microbiológica de areias.

Estudo dos microrganismos fitoplanctónicos, existentes em ecossistemas aquáticos, que produzem toxinas e que representam risco para a Saúde Pública. Entre os mais importantes estão as cianobactérias e respectivas toxinas (cianotoxinas).