AGOSTO 2015

01-08-2015

Bilha (A.N.T.) – Nº de inventário: MS.CMR.00135

Coleção da Tuberculose

Bilha em barro vermelho para reservar líquidos. Peça de base circular e plana, bordo cónico e lábio com remate arredondado. A superfície exterior é vermelha e lisa. No plano frontal, ao centro, encontra-se uma decoração em relevo: flor-de-lis (associada à monarquia francesa) com a Coroa e Escudo português.

No plano oposto da bilha, surge novamente a flor-de-lis. No colo do recipiente encontram-se as iniciais A.N.T. (Assistência Nacional aos Tuberculosos), em relevo. Os elementos decorativos remetem assim para D. Amélia de Orleães e Bragança (1865-1951), Rainha de Portugal, de origem francesa, que fundou a A.N.T. em 1899.

A A.N.T. teve uma importância vital para o cuidado e tratamento de doentes e foi uma das obras de benemerência à qual D. Amélia mais se dedicou, refletindo a sua preocupação por questões da saúde pública.

A peça pertence à coleção da Tuberculose do Museu da Saúde. Esta coleção, proveniente da A.N.T., preserva a memória histórica do combate contra a doença que assolou Portugal no período entre finais do século XIX e as três primeiras décadas do século XX.

 

imagem do post do AGOSTO 2015