8ª Reunião da Vigilância Epidemiológica da Gripe em Portugal: é já na próxima semana

03-10-2019

É já no próximo dia 11 de outubro que terá lugar, no auditório do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, em Lisboa, a 8ª Reunião da Vigilância Epidemiológica da Gripe em Portugal. O encontro tem como objetivo divulgar a análise dos dados da época de gripe de 2018/2019, incluindo dados de morbilidade e mortalidade associada à gripe, vacinação antigripal e redes de vigilância.

Promovida pelo Instituto Ricardo Jorge, em colaboração com a Direção-Geral da Saúde, a reunião pretende também fortalecer a comunicação entre todos os interessados nas questões da vigilância epidemiológica da gripe e no Programa Nacional de Vigilância da Gripe (PNVG). O programa do evento inclui ainda a apresentação de uma comunicação intitulada “Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe em Espanha. Redes Sentinela e Hospitalares”, da autoria de Amparo Laurrari (Centro Nacional de Epidemiologia, Instituto de Salud Carlos III, Espanha).

A participação na 8ª Reunião da vigilância epidemiológica da gripe e de outros vírus respiratórios em Portugal, que será transmitida por videoconferência no Centro de Saúde Pública Doutor Gonçalves Ferreira (Porto), é gratuita, mas sujeita a registo prévio e limitada ao número de vagas. Os interessados em participar no evento deverão efetuar a sua inscrição, até ao dia 3 de outubro, através do preenchimento do respetivo formulário: Inscrição – Lisboa (auditório); Inscrição – Porto (videoconferência).

A Gripe é uma doença respiratória sazonal que afeta todos os invernos a população portuguesa, com especial importância os grupos dos mais jovens e idosos e portadores de doença crónica podendo originar complicações que conduzam ao internamento hospitalar. A vigilância da gripe a nível nacional é suportada pelo PNVG, que é reativado todos os anos a seguir ao verão

O PNVG tem como objetivos a recolha, análise e disseminação da informação sobre a atividade gripal, assim como a identificação e caracterização dos vírus da gripe em circulação em cada época e a identificação de vírus emergentes com potencial pandémico e que constituam um risco para a saúde pública. Compete ao Departamento de Doenças Infeciosas, através do seu Laboratório Nacional de Referência para o Vírus da Gripe, a vigilância epidemiológica da gripe, em colaboração com o Departamento de Epidemiologia do Instituto Ricardo Jorge.

imagem do post do 8ª Reunião da Vigilância Epidemiológica da Gripe em Portugal: é já na próxima semana