3ºWorkshop de Biomonitorização Humana em Portugal com edição online

05-08-2020

A terceira edição do Workshop de Biomonitorização Humana em Portugal irá decorrer no próximo dia 18 de novembro em formato virtual. O evento terá como principal objetivo reunir investigadores, reguladores e restantes stakeholders de forma a contribuir para o debate sobre a utilização da biomonitorização humana na definição de políticas de saúde e ambiente, bem como na avaliação do risco para a saúde.

Promovido pelo Portuguese National Hub for Human Biomonitoring, que é formado pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, a Direção-Geral da Saúde e a Agência Portuguesa do Ambiente, em parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e a Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Instituto Politécnico de Lisboa, o encontro pretende ainda divulgar as atividades desenvolvidas no projeto europeu HBM4EU, bem como outras atividades de biomonitorização a decorrer no panorama nacional.

A participação no 3ºWorkshop de Biomonitorização Humana em Portugal é gratuita, mas a inscrição será obrigatória. Mais informações sobre esta iniciativa, incluindo o programa e prazos para inscrição e submissão de resumos, serão disponibilizadas em setembro.

Coordenado pela Agência Federal do Ambiente Alemã, o HBM4EU (European Human Biomonitoring Iniciative) é um consórcio europeu que conta com a participação de 28 países, da Agência Europeia do Ambiente e da Comissão Europeia, financiado ao abrigo do programa europeu Horizonte 2020. Esta iniciativa tem por objetivo utilizar a biomonitorização humana para avaliar a exposição humana a substâncias químicas, com vista a uma melhor compreensão dos impactos associados na saúde e à melhoria da avaliação dos riscos químicos.

Os dados da biomonitorização humana permitem, ao nível do indivíduo, tomar decisões mais informadas no que respeita a tratamentos médicos ou orientações relativas à necessidade de reduzir os níveis de exposição. A biomonitorização humana sustenta a avaliação da exposição humana a substâncias químicas mediante a medição dessas mesmas substâncias ou dos seus metabolitos ou marcadores de efeitos nos fluídos ou tecidos do organismo.

O projeto HBM4EU recorre a exemplos de excelência científica existentes e desenvolve competências para estabelecer uma Plataforma Europeia de Biomonitorização Humana, a qual tem como objetivo harmonizar as atividades de biomonitorização humana nos países parceiros deste projeto. O Instituto Ricardo Jorge está envolvido em 10 dos 16 workpackages do projeto HBM4EU, através de investigadores e técnicos de quatro dos seus departamentos técnico-científicos (Alimentação e Nutrição, Epidemiologia, Genética Humana e Saúde Ambiental).

imagem do post do 3ºWorkshop de Biomonitorização Humana em Portugal com edição online