3.º Workshop de Biomonitorização Humana em Portugal: submissão de resumos até 20 de outubro

13-10-2020

Os interessados em apresentar comunicações no 3.º Workshop de Biomonitorização Humana em Portugal, que decorre no próximo dia 18 de novembro em formato virtual, deverão submeter os respetivos resumos até 20 de outubro. O evento reúne investigadores, reguladores e restantes stakeholders de forma a contribuir para o debate sobre a utilização da biomonitorização humana na definição de políticas de saúde e ambiente, bem como na avaliação do risco para a saúde.

Promovido pelo Portuguese National Hub for Human Biomonitoring, que é formado pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, a Direção-Geral da Saúde e a Agência Portuguesa do Ambiente, em parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e a Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Instituto Politécnico de Lisboa, o encontro pretende ainda divulgar as atividades desenvolvidas no projeto europeu HBM4EU, bem como outras atividades de biomonitorização a decorrer no panorama nacional.

Os participantes são convidados a apresentar os seus trabalhos de investigação, na forma de comunicação oral ou poster, e dentro das seguintes temáticas: Exposição a produtos químicos e efeitos na saúde humana; Influência da mudança do ambiente na exposição humana a produtos químicos; Integração de dados de monitorização humana e ambiental; Tradução dos dados de biomonitorização humana em ações regulamentares sobre saúde humana e ambiental.

A participação no 3.º Workshop de Biomonitorização Humana em Portugal, que é subordinado ao tema “Risk assessment”, é gratuita, mas sujeita a inscrição até ao dia 15 de novembro. Para mais informações, consultar o programa do Workshop ou o site do evento.

Coordenado pela Agência Federal do Ambiente Alemã, o HBM4EU (European Human Biomonitoring Iniciative) é um consórcio europeu que conta com a participação de 28 países, da Agência Europeia do Ambiente e da Comissão Europeia, financiado ao abrigo do programa europeu Horizonte 2020. Esta iniciativa tem por objetivo utilizar a biomonitorização humana para avaliar a exposição humana a substâncias químicas, com vista a uma melhor compreensão dos impactos associados na saúde e à melhoria da avaliação dos riscos químicos.

O projeto HBM4EU recorre a exemplos de excelência científica existentes e desenvolve competências para estabelecer uma Plataforma Europeia de Biomonitorização Humana, a qual tem como objetivo harmonizar as atividades de biomonitorização humana nos países parceiros deste projeto. O Instituto Ricardo Jorge está envolvido em 10 dos 16 workpackages do projeto HBM4EU, através de investigadores e técnicos de quatro dos seus departamentos técnico-científicos (Alimentação e Nutrição, Epidemiologia, Genética Humana e Saúde Ambiental).

imagem do post do 3.º Workshop de Biomonitorização Humana em Portugal: submissão de resumos até 20 de outubro